terça-feira, 21 de julho de 2009

LENDO POESIA

Não leia um poema lendo o poeta.
Se leia.
Reconheça suas loucuras,
Seu desejo de dizer o que pensa e
Como pensa.
Permita-se desenhar palavras
E colher sorrisos e espantos.
Mergulhe em profundidade:
Na solidão,
Nos sentimentos,
Na dor.
Como aquele que procura
O mais profundo de si
E quando o encontra
Descobre-se obscuro e inacabado
Como uma pedra preciosa
Ainda por lapidar.

(Rosa Maria Ramalho)

Um comentário:

  1. Querida Rosa
    Que tudo esteja bem com você
    Parabéns pelas LINDAS POESIAS!
    Continue iluminando o mundo com o seu olhar
    bjo
    nati

    ResponderExcluir